terça-feira, 22 de maio de 2012

Personalidades alagoanas recebem nesta sexta (25) Comendas na Câmara de Maceió

Comendas Dandara e Zumbi dos Palmares serão entregues a artistas, babalorixá, ialorixá, ONG e demais personalidades



Nessa sexta-feira (25) a partir das 9h, no Plenário da Câmara Municipal de Maceió, terá a entrega das comendas Dandara e Zumbi dos Palmares, em sessão solene, aberta ao público.

A comenda Dandara – Decreto Legislativo nº 454, de 17 de novembro de 2009 – deve ser concedida a instituições públicas e privadas, nacionais e locais, assim como a personalidades, inclusive in memorian, em reconhecimento à sua significativa contribuição nas ações relativas a luta pela Diversidade Étnicorracial no âmbito do município de Maceió.

Já a Comenda Zumbi dos Palmares – Resolução nº492, de 9 de agosto de 1998 – deve ser outorgada a personalidade, entidades e instituições que tenham se destacado na luta pelo fim da descriminação cultural, racial e de cor sofrida pelos negros.

As honrarias foram aprovadas, por unanimidade, pelos parlamentares nos anos de 2010, 2011 e 2012. E serão concedidas na data que celebra-se o Dia da África ou Dia de Libertação da África, instituída pela Organização da Nações Unidas (ONU) em 1972.

A sessão solene foi proposta pelas vereadoras Fátima Santiago (PP), Silvânia Barbosa (PPS) e Tereza Nelma (PSDB).

Confira abaixo a lista dos homenageados (as):

COMENDA DANDARA

· Ângela Maria Benedita Bahia de Brito - Meteorologista e especialista em Ecologia e Meio Ambiente

· Clara Suassuna Fernandes – Professora pesquisadora e Historiadora

· Eduardo Xavier dos Passos (Edu Passos) – Coreógrafo

· Elizete dos Santos – Auxiliar de enfermagem

· Eulina Ferreira Silva Neta Rego – Policial Civil

· Helciane Angélica Santos Pereira – Jornalista

· Maria Socorro de França da Silva Rocha - Enfermeira Padrão

· Valdice Gomes da Silva – Jornalista

· Veronildes Rodrigues da Silva (Mãe Vera) - Ialorixá


COMENDA ZUMBI DOS PALMARES

· Allex Sander Porfírio de Souza – Professor e Economista

· Carlos Martins –Professor pesquisador e Sociólogo

· Célio Rodrigues dos Santos (Pai Célio) – Historiador e Babalorixá

· Helcias Roberto Paulino Pereira – Arte-Educador

· Igbonan Rocha –Cantor e Produtor Cultural

· Jorge Luiz de Souza Riscado – Professor Mestre e Psicólogo

· Severino Claudiode Figueiredo Leite (Mestre Claudio) – Professor de Educação Física e Mestre de Capoeira

· Zezito Araújo –Professor pesquisador, Arqueólogo e Historiador

· Associação Cultural Agentes de Pastoral Negros do Brasil (APNs) – entidade nacional do movimento negro que existe há 29 anos, e estar presente em doze estados brasileiros. Atua de forma expressiva no Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR) vinculado à Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) da Presidência da República do Brasil e no Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), além de participar de conselhos e fóruns em diversas áreas no âmbito municipal e estadual.


Zumbi dos Palmares - Zumbi nasceu livre em Palmares, Pernambuco, no ano de 1655, mas foi capturado e entregue a um missionário português quando tinha aproximadamente seis anos. Batizado "Francisco", Zumbi recebeu os sacramentos, aprendeu português e latim, e ajudava diariamente na celebração da missa. Apesar das tentativas de torná-lo "civilizado", Zumbi escapou em 1670 e, com quinze anos, retornou ao seu local de origem. Zumbi se tornou conhecido pela sua destreza e astúcia na luta e já era um estrategista militar respeitável quando chegou aos vinte e poucos anos.

Por volta de 1678, o governador da Capitania de Pernambuco cansado do longo conflito com o quilombo de Palmares, se aproximou do líder de Palmares, Ganga Zumba, com uma oferta de paz. Foi oferecida a liberdade para todos os escravos fugidos se o quilombo se submetesse à autoridade da Coroa Portuguesa; a proposta foi aceita. Mas Zumbi olhava os portugueses com desconfiança. Ele se recusou a aceitar a liberdade para as pessoas do quilombo enquanto outros negros eram escravizados. Ele rejeitou a proposta do governador e desafiou a liderança de Ganga Zumba. Prometendo continuar a resistência contra a opressão portuguesa, Zumbi torna-se o novo líder do quilombo de Palmares.

Zumbi é hoje, para a população brasileira, um símbolo de resistência. Em 1995, a data de sua morte foi adotada como o dia da Consciência Negra.


Dandara - Primeira e única esposa de Zumbi, guerreira de Palmares e mãe dos três filhos, Dandara era guerreira valente e lutou ao lado de Zumbi.

Dandara foi esposa e guerreira de Zumbi dos Palmares junto a ele, lutava para livrar os negros da dura vida que levavam. Suicidou em seis de fevereiro de 1694 para não voltar a condição de escrava.

Escrava liberta em 1812, pertencia à nação nagô-jejê, da Tribo de Mahi, religião Muçulmana, africanos conhecidos como Malês. Todas as revoltas e levantes escravos que abalaram a Bahia nas primeiras décadas do século XIX foram articulados por ela, em sua casa, que tornou-se quartel –general destes levantes.


SERVIÇO

Entrega das comendas Dandara e Zumbi dos Palmares

Quando: 25 de maio de 2012 (sexta-feira)

Hora: 9h

Local: Plenário da Câmara Municipal de Maceió – Praça Marechal Deodoro, 376, Centro. Maceió-AL

Aberto ao público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário